Nosso começo

Hoje faz exatamente quatro meses que realizamos oficialmete o lançamento da AMBAR, que aconteceu no dia 21 de novembro de 2019 no Sabático Bar em Belo Horizonte. A verdade é que a caminhada até aqui foi muito mais longa, ainda existem muitos caminhos para serem descobertos e percorridos em frente, mas foi a partir dessa data que conseguimos mostrar para vocês – com mais estrutura e organização – o que construímos até aqui.

De todo modo, essa data simbólica representa muito para nós, e aproveitamos o momento para criar um novo espaço de comunição e compartilhamento de idéias.

A ideia é que por aqui vocês nos conheçam melhor e que possamos dividir com vocês algumas experiências e informações a mais sobre chocolate, sobre a empresa, sobre empresas, sobre nós, sobre o mundo, sobre dicas e dificuldades e sobre outras várias coisas que fazem parte do universo ‘Bean to Bar’.

Queremos te conhecer, por isso todo comentário, opnião, sugestão, dica e crítica são super bem vindos e deixamos avisado que somos nós três quem receberemos o que chegar por aqui. Além disso, optamos por nós mesmas – Helena, Izabela e Renata – escrevermos sobre os temas para tornar a nossa comunicação com vocês ainda mais próxima.

Escrever é uma tarefa difícil, e escrever bem é uma tarefa mais difícil ainda, mas faremos isso da melhor forma possível e dentro das nossas limitações. A intenção por aqui é que esse seja um espaço livre, onde a gente possa expressar espontaneidade e verdade.

E para dar início a esse novo projeto vamos compartilhar com vocês um pouco de como foi a organização do lançamento da AMBAR.

Visão dos bastidores

Por Helena Avelar

vídeo: @voaandorinha

Organizar um evento não é tão simples como parece, e na construção de uma empresa nova, tudo que quem vê de fora como detalhe é, para quem vivencia de dentro, uma lista infinita de tarefas para cumprir em tempo determinado.

O evento já estava levemente desenhado desde antes de a marca existir nas redes sociais, mas era só mais um no meio dos vários “detalhes” que nós precisávamos resolver para fazer a marca existir. Marcamos na nossa programação duas datas diferentes, mas somente na terceira conseguimos fazer acontecer, pois demoramos para entender que para fazer um evento viável e legal, precisávamos de organização e pessoas para nos ajudar.

  1. Dinheiro;
  2. Criação de estratégias pré evento;
  3. Execução das ações e ideias desenvolvidas;
  4. Criação do cenário do evento;
  5. Montagem do evento;
  6. Cobertura do evento;
  7. Logistica do evento;
  8. Execução dos produtos;
  9. Desmontagem do evento;
  10. Análise dos resultados.

São muitos os detalhes dentro desse “detalhe”.

Nosso orçamento desde o começo era bem curto, e a única forma de tudo acontecer era encontrando pessoas cujo propósitos se cruzavam com os nossos e criando parcerias.

A Gabriela Duarte da APANELA Branding (@apanelabranding) foi a responsável por fazer toda a organização pré evento e logítica do dia do evento. Além disso, a forma como ela trabalha é completamente acolhedora, nos permitindo usar toda a nossa criatividade e ideias sem nos preocuparmos com dinheiro. Apesar de nem todas as idéias terem saído do papel, as que saíram foram concretizadas para além das nossas expectativas.

Renata Penido e Gabriela Duarte (Foto: @voaandorinha)

Demoramos quase um ano para finalizar tudo relacionado à imagem da marca e entendemos a importância do impacto visual para uma empresa, e em um evento de lançamento a regra continua a mesma, o que para nós foi um desafio visto o tempo e dinheiro que tínhamos.

A cenografia e decoração foi toda feita pelo Gustavo Wolff e pela Bel Diniz do Estúdio Loba (@estudioloba) que também foram os responsáveis pela montagem da nossa Mesa Sensorial, um espaço que criamos para que cada convidado pudesse conhecer, através dos sentidos, o processo de produção do chocolate ‘Bean to Bar’.

Um detalhe não menos importante, mas que as TV não mostra, é a sorte que tivemos de estarem podando as palmeiras na UFMG enquanto eu estava na aula dois dias antes do evento. Flores e arranjos são caros, e claro que eu não poderia deixar tantas folhas de palmeiras serem descartadas (elas eram perfeitas para o complemento decorativo). Resultado: andei durante dois dias com o carro parecendo a Mata Atlântica.

Para a experiência AMBAR acontecer, criamos um ambiente onde tudo envolvia alguma parte do processo de produção do chocolate. E ao entrar na festa, as pessoas eram convidadas a visitar a mesa sensorial, a pegar um ‘welcome drink’ desenvolvido e feito na hora pela Cibele Guimarães (@drinksporjezebel) utilizando cacau, nibs, cumaru e Gin YVY (@yvy.destilaria), e a conhecer o sorvete da Alento (@alentosorvetes) feito com nosso chocolate 85% cacau.

Sorvete de chocolate AMBAR 85% cacau desenvolvido pela Alento (Foto: @voaandorinha)

E para complementar essa experiência doce, uma mesa completa de bombons de variadas formas, cores e sabores, o chá gelado de casca de cacau adoçado com jabuticaba, desenvolvido pela Eugênia Kelles (@anacuradachas), e as bruschettas salgadas porém com elementos da produção e chocolate produzidadas pela cozinha do Sabático (@sabáticobh), onde tudo aconteceu.

Saímos de lá sem palavras e com a certeza de que quanto mais pessoas somos, maiores são as construções que realizamos e mais longe chegam as nossas mensagens. Teve mão, amor e carinho de muitas pessoas que se identificaram com o nosso propósito, e sem o apoio dos nosso amigos e familiares nada disso teria acontecido.

Teve voz e violão ao vivo, DJ, gente recebendo as pessoas na porta e conferindo a lista, gente servindo sorvete, explicando para cada convidado a mesa sensorial, a mesa de doces e fazendo todos as vendas do lançamento de natal.

Quem são? Rafael Pessoa (voz e violão) e Pedro Miranda (DJ) amigos da UFMG, Letícia Teles (recebendo os convidados) amiga da vida, Amanda de Morais (recebendo os convidados) amiga da UFMG, Carol Boas (servindo sorvete) amiga da vida, Danielle Borges (explicando a mesa sensorial) amiga da vida, Mariana Avelar (explicando a mesa sensorial) mãe, Júlia Avelar (realizando as vendas) irmã.

No vídeo vocês conseguem sentir um pouco mais da energia do evento, que foi lindo, mas não foi fácil e sempre tem algum detalhe do qual nos esquecemos. No dia seguinte, adivinhem quem estava de manhã no Sabático jogando água e esfregando o chão porque esquecemos de organizar a faxina.

Amanda de Morais e Letícia Teles recebendo os convidados (Foto: @voaandorinha)



Privacy Preference Center

Google Analytics

Estes cookies são usados para analise de trafego do site e geração de relatórios e métricas de acessos

_ga,_gid,_gat,AMP_TOKEN,_gac_
O Google Analytics usa principalmente cookies primários para informar sobre interações do visitante (ou usuário) nos sites dos clientes na plataforma. Os usuários podem excluir cookies individualmente ou desativá-los. Saiba mais Além disso, o Google Analytics utiliza um complemento opcional do navegador que, quando instalado e ativado, desativa a avaliação do Google Analytics nos sites visitados pelo usuário. Esse complemento desativa somente a avaliação do Google Analytics. Quando um site ou app usa os SDKs do Google Analytics para Firebase ou do Google Analytics for Apps, a plataforma coleta um identificador de instância do aplicativo, ou seja, um número gerado aleatoriamente que identifica uma instalação única de um app. Sempre que um usuário redefine o identificador de publicidade (ID de publicidade no Android e ID para anunciantes no iOS), o identificador de instância também é redefinido. É possível que outros identificadores de publicidade sejam coletados quando os sites ou apps tiverem implementado o Google Analytics com outros produtos de publicidade do Google, como o Google Ads. Os usuários podem desativar esse recurso e gerenciar as configurações desse cookie nas Configurações de anúncios. Saiba mais O Google Analytics também coleta endereços de protocolo de Internet (IP) para criar e proteger a segurança do serviço e para dar aos proprietários dos sites uma noção sobre o país, estado ou cidade de origem, em todo o mundo, dos usuários (também conhecido como "geolocalização IP"). O Google Analytics disponibiliza um método para mascarar os IPs coletados (conforme detalhado abaixo). No entanto, os proprietários dos sites têm acesso aos endereços IP dos usuários mesmo que não usem o Google Analytics. __utma 2 anos a partir da definição/atualização Usado para distinguir usuários e sessões. O cookie é criado quando a biblioteca JavaScript é executada e não há cookies __utma. Ele é atualizado sempre que os dados são enviados ao Google Analytics. __utmt 10 minutos Usado para controlar a taxa de solicitação. __utmb 30 minutos a partir da definição/atualização Usado para determinar novas sessões/visitas. O cookie é criado quando a biblioteca JavaScript é executada e não há cookies __utmb. Ele é atualizado sempre que os dados são enviados ao Google Analytics. __utmc Fim da sessão do navegador Não é usado no ga.js. Definido para interoperabilidade com o urchin.js. Antes, esse cookie operava em conjunto com o cookie __utmb para determinar se o usuário estava em uma nova sessão/visita. __utmz 6 meses a partir da definição/atualização Armazena a origem do tráfego ou a campanha pela qual o usuário chegou ao seu site. O cookie é criado quando a biblioteca JavaScript é executada e atualizado sempre que os dados são enviados ao Google Analytics. __utmv 2 anos a partir da definição/atualização Usado para armazenar dados de variáveis personalizadas no nível do visitante. Esse cookie é criado quando um desenvolvedor usa o método _setCustomVar com uma variável personalizada no nível do visitante. Ele também era utilizado para o método já obsoleto _setVar. Além disso, é atualizado sempre que os dados são enviados ao Google Analytics.

Wordpress

Os cookies de login contêm detalhes de autenticação e são usados quando um usuário efetua login no painel de administração do WordPress. De acordo com o WordPress Codex, um par de cookies de sessão diferentes são definidos:

No login, o WordPress usa o cookie wordpress_[hash] para armazenar detalhes de autenticação (limitado à área /wp-admin/).
Após o login, o WordPress define o cookie wordpress_logged_in_in_[hash]. Isso indica quando você está conectado e quem você é.
Quando você tenta acessar o back-end do seu site WordPress, uma verificação é feita para ver se os dois cookies acima existem e ainda não expiraram. Isto é o que lhe permite contornar magicamente a tela wp-login.php.

O WordPress também define os cookies wp-settings-{time}-[UID]. O ID é o seu ID de usuário da tabela de banco de dados de usuários do WordPress. Isso armazena as configurações do painel pessoal e da interface de administração.

wordpress_[hash],wordpress_logged_in_in_[hash],wp-settings-{time}-[UID],comment_author_[hash],comment_author_email_[hash],comment_author_url_[hash]

Woocommerce

Ecommerce plugins como o WooCommerce normalmente têm seus próprios cookies adicionais que eles definem para que os compradores podem facilmente adicionar coisas ao seu carrinho, loja para mais tarde quando eles checkout, e entrar e sair de sua conta.

woocommerce_cart_hash,woocommerce_items_in_cart,wp_woocommerce_session_

Aviso de privacidade

Este Cookie é colocado em nosso site. É usado para registrar quando um usuário do site visualizou o aviso de Cookie para evitar que ele reapareça em visitas de retorno.

gdpr[allowed_cookies],gdpr[consent_types]